segunda-feira, 6 de setembro de 2010

IBGE: 15% da floresta amazônica já foi desmatada

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou os Indicadores de Desenvolvimento Sustentável (IDS) do Brasil no ano de 2010. Segundo a publicação, o desmatamento total da floresta amazônica já atingiu 14,6%. "A área total desflorestada da Amazônia, que até 1991 era de 8,4% (426.400 km²), chegou a 14,6% (739.928 km²) em 2009".




A situação mais crítica é do bioma Mata Atlântica, com 133 km2 de área remanescente, menos de 10% da área original. O cerrado também sofre com desmatamento, e perdeu praticamente a metade de sua cobertura florestal.


O IDS também indica que o desmatamento e queimadas contribuíram com 57% das emissões brasileiras de gases de efeito estufa. No período de 2000 a 2005, o Brasil emitiu um total de 2,2 bilhões de toneladas de CO2 na atmosfera.




Apesar de alguns dados alarmantes, o IDS mostra também avanços na área ambiental. Segundo o IBGE, o Brasil destina hoje 750 mil km2 a Unidades de Conservação (UC) federal, o que representa 9% do território brasileiro. Entre os biomas brasileiros, a Amazônia é a mais protegida, já que áreas protegidas representam 17% da região.

Os indicadores de dimensão social também mostram melhora. Segundo o IBGE, caiu a mortalidade infantil e o número de internações por doenças ligadas ao saneamento ambiental inadequado, e aumentou a expectativa de vida do brasileiro.

Mas desigualdades persistem no Brasil. O índice de Gini, que mede a desigualdade de renda, está em 0,531 (ano de 2008). Quanto mais próximo de zero, menor a desigualdade. Outro dado alarmante é que 43% dos domicílios brasileiros não são adequados para moradia.

Indicadores de Desenvolvimento Sustentável - Brasil 2010
www.amazonia.org.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Share