terça-feira, 28 de setembro de 2010

O corte de árvores diminui neve no Monte Kilimanjaro

Cientistas da Universidade de Portsmouth, Inglaterra, indica em estudo que a agressiva queda de árvores que ocorre no Monte Kilimanjaro, ponto mais alto da África, localizado na Tanzânia, pode ser uma das causas para o sumiço da camada de neve da montanha. As informações são do site da revista New Scientist.




O gelo no Kilimanjaro diminuiu para 15% do que havia em 1912. Considerado um símbolo das mudanças climáticas, há diversos motivos, além das quedas de árvores, que contribuem para o para o sumiço da neve. Um exemplo é o ar da região que ficou mais seco, o que diminui o bloqueio da radiação solar e derrete mais rapidamente a neve.

A pesquisa teve início em 2004, com as análises ocorrendo até 2008 e a finalização e divulgação em 2010. Foram analisados dados como temperatura e umidade em 10 regiões de diferentes alturas da montanha. As árvores têm muita importância no local, pois providenciam umidade por meio da transpiração. Com a queda de muitas árvores, os níveis de umidade diminuíram bastante, fazendo a camada de neve sumir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Share